quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Frígida... =/


'Meus olhos abertos são como duas portas pra escuridão

Meu peito sangrando, inquieto e cálido

Meus punhos fechados de indignação

Minh'alma ferida e cheia de dor...'


E assim vou levaNdo... =D

SorrisO na cara e esperança de novas respoStas pras perguntas sem nexo algum...


='S


domingo, 25 de janeiro de 2009

É... Pois é...

Sabe?... Por mais uma vez acreditei em contos de fadas e novamente percebí que eles só existem nas histórinhas irreais..
Aquelas palavras não poderiam ser tão sinceras assim...
Aquele gosto tão doce se tornou amargo pra mim.
Meus olhos já não brilharam de satisfação.
Minhas lágrimas rolaram, uma grande decepção.
Não achei que fosse eterno, eu juro que não.
Mas achei que fosse verdadeiro, recíproco de ambos..
Me entreguei.. Você não.
Não chorei, mas confesso que a dor foi muito grande.
Que o sentimento foi maior que o que poderia controlar.
E o receio que tenho agora é o que vai nos manter afastados.
Não sei se é o que quero de verdade, mas acho que é o que preciso.
Eu não poderia mentir pra mim mesma. Nem enganar os demais envolvidos dessa história maluca e sem nexo algum.
Nem tão pouco gostaria de ferir meu coração ainda mais com a distância...
Já sofrí da primeira vez...

Que o destino seja o rei nesse caminho.
Como sempre operou sobre toda e qualquer decisão nossa.
Voto para que ele resolva o futuro da maneira mais cabida à todos nós!

sábado, 24 de janeiro de 2009

SóH no soNho... Hahaha

Eu faço cara de fácil
Você me diz que é difícil
Me esquivo, numa tentativa de te envolver mais e mais
Você me lança um olhar fatal.
Me puxa, me faz prisioneira
E a boca molhada me chama
E a chama que queima em mim
É a paixão que nos cerca por todos os lados.
Pede-me um beijo, nego no ato!
Dou-te em seguida, pois não resisto a nós dois.
Nem àquele abraço tão forte, voraz...
E num misto de força e carinho me prende em seus braços.
Me prende com seus olhos, com sua boca sedenta...
Me impede de ir, eu também nem queria.. :P
Porém uma força maior que nós nos tira dos braços um do outro.
Dos beijos um do outro... Do sonho...

Mas ainda tenho a você... E você tem a mim!
Um dia distantes.. Outro dia assim. Assim como hoje.. Um sonho sem fim!

;D

KissEs! I lovE U

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

RazãããããO!

Nada pode mudar tão depressa
Mas não posso assimilar a idéia de que ser preso é a melhor opção.
Nem tão pouco quero me libertar assim, tão rápido.
Há decepção nesse meio termo.
Há indecisão nesse peito amargo.
Amargo pelo tempo.. Pelo cansaço emocional.
A passos lentos e ainda cautelosos, com medo, a vida vai se acostumando com a solidão.
A solidão de jamais estar só. Porém nunca estar deveras acompanhada.
A solidão de não ter uma pessoa em meio a multidão.
O caminho se torna mais fácil, inacreditavelmente.
Sinto-me a vontade para ser o que sou.. O que sempre fui, e quero continuar sendo.
Sinto-me presa apenas aos meus ideais. Ao meu futuro que desenharei da forma mais, absurdamente incrível!
A minha companhia é aquela que acompanha a qualquer um.
A que jamais abandonaria um coração solitário...
Que sempre está pronta para sustentar um soluço de sofrimento.
O suporte das minhas decisões.
O abrigo de proteção aos meus medos...
Minha razão! Fria, dura, sarcástica?!... Pode até ser..
Mas sequer me deixará. E nem eu à ela!

; )

sábado, 17 de janeiro de 2009

InspirEd.. ;P

Me dá uma mão.. Quem sabe o braço...
Seu corpo todo é o que preciso agora
Quero estar perto. Sem saber o que é certo
Nada mais me interessa.
Quero hoje e tenho pressa!
Essa vida é muito curta
Não se pode voltar atrás... Querer o que se foi
Mas pode-se ter o que quer! Quero lutar por isso a cada instante.
Acredito que posso mudar o mundo
Com minhas loucas idéias tão cômicas
Que jamais seriam encaradas como verdadeiras.
Mas um dia alguém poderá ver que tudo foi mesmo muito sério!!
Assisto as coisas de cima do muro as vezes..
Perdí heróis ainda na infância. Minha ideologia se perdeu no escuro junto aos meus medos mais banais...
Penso em recuperar tesouros do passado, em vão, é claro.
Mas jamais desisto daquilo que quero!
Exagerada, sem noção, traçando destinos sem nexo e sentido...
Mas vivendo de tal maneira que não perderei a franqueza estampada em meus olhos e gestos.
Irônica, sim! Hipócrita nunca!!
Sigo conselhos de sábios poetas.. Drogados e eternos amantes da música...
Os que sempre serão admirados, e eternamente intolerados pela sociedade tão mais suja que seus corpos tomados de toxinas.
Meus sonhos são de olhos abertos. Na realidade dos fatos é que encontro brechas pra buscar realizar o inimaginável...
Meus caminhos se perdem as vezes nas esquinas da vida.
Minhas vontades se tornam mesquinhas diante dos reais desejos...
Isso porque as vontades são meras... vontades... E os desejos.. Ahhh os desejos!
Esses sim me fazem acordar a cada dia e buscar realizá-los um a um!
Mentiras.. Promessas... Somem.. Deixam seus vestígios, mágoas... Mas mesmo assim as mais sinceras ainda me interessam. Elas sempre tem seu valor.
E não é porque disse que não vem que não espero por você.
Estou aqui e acredito em relizar o irreal possível! xD
E torço sempre pelo final tão esperado em contos de fadas...
AQUEEEELE FINAL FELIZ!

; )

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

VambOra!!

Mas já nem sei o que dizer
Meus olhos nem podem ver
Meu silêncio é uma estaca
Que me mantém presa ao chão
Que me mostra solidão
Me ensina o sofrimento
E com falso juramento
Já não me dá rumo certo
Não me deixa te ter perto
Corta minha alma e, inexplicavelmente, acalenta o coração
Me aflige, me suplica compaixão
Me devora de emoção
E liberta da paixão.
Já não desejo como antes desejei
Não amo como amei
Mas não esqueço o que passou
Uma marca em mim ficou
Meu peito ferido chorou
Essa angústia acabou
Mais calma minha mente ficou, e meu coração...
Deveras ciumento acompanhou
Certamente a saudade vai bater
A vontade que crescia, vai sumir sem perceber
O amor vai se expandir e novo caminho buscar
Vai explodir dentro do peito
sem sequer poder controlar
Novamente vou amar... Vou sofrer.. Vou chorar...
Vou sorrir, querer, desejar...
A ferida vai fechar, para uma nova se abrir... e fechar.... e ...
Vou levar no pensamento
Todo e qualquer sentimento
Minhas vontades mil, meu ciume doentil (por quem o merecer)
Meu louco desejo por loucuras banais, mas que tão necessárias se tornam pra mim.
Minha imensa verdade, e um sorriso afetivo
Com um único objetivo...
Voltar a sorrir com prazer e querer sempre mais!

Queria virar poeta De versos elaborados De livros, publicados. Queria ser mais que sou. E queria ser menos, Bem menos poeta Talvez, me...