sábado, 25 de fevereiro de 2012

Me arrume alguns trocados
Um copo de vinho, barato
Um afago, um abraço bem quente
Me arrume um abrigo
Um amigo não tão sincero
Espero.

Me embala em teus versos, Poesia minha vida. Melodia minh'alma.