sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Enfrentar os medos, com seu próprio medo
Com as próprias lágrimas que rolam sós.
Esperar do tempo, o seu mesmo tempo
Acalentar cada sentimento com o mesmo tom.
E não fugir, e nem calar
Apenas ir, pra não voltar.

Enquanto lá fora chovia Eu sentia teu cheiro, Não mais que tua falta, Em meu travesseiro. Sentia teu corpo, Na noite passada, eu ...