terça-feira, 29 de outubro de 2013

Primavera

Chegaram os 23!
As 23 primaveras...
E trouxe o que? E trouxe como?
E porque veio tão depressa?
Trouxe festa, riso e choro
Trouxe um coro de pessoas
Afinado, em Sol maior
Desejando só o melhor
Festejando, rindo à toa
Celebrando mais um ano.
Ou menos um, como se diz.
Bem vindas primaveras!
Bem vindo, novo ano.

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Quando pensar em levar seu amor pra algum lugar
Pra qualquer que seja
Pra cama, sofá, pro chuveiro, pras estrelas, pro céu, pras nuvens...
Carregue-o nos braços, como se fosse a última vez que pudesse faze-lo.
Carregue-o com beijos com flores, com doçura.
Grite palavras bonitas de afeto, de querência.
Carregue-o nos braços, mas dentro do peito.
Lembre-se da importância que esse amor tem.
Ele deve ser carregado com carinho, com cuidado.
Por ser frágil, por ser único.
Todo amor que é bem regado crescerá.
Todo amor que é maltratado morrerá aos poucos, dolorosamente, aos poucos.
Mede-se o tempo
A calma e o espaço entre as coisas.
Algumas tomam proporções inabraçáveis.
Controla-se a chuva, mas não o vento.
Controla-se o medo, mas não a escuridão.
Qual caminho escolhemos?
E nosso passos estão indo pra qual lado?
Pensamos e nada faz sentido.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

Ataque de fofura

Oi Blog, querido, abandonado *-*
Você tá um fofo com esse fundo todo colorido. Hahauahauahu

E eu estava com saudades!

Esta semana é tão linda, e tão especial!
É a semana do aniversário da mulher da minha vida.
É uma das datas em que paro pra pensar em tudo o que já vivemos nestes quase 2 anos.
Nossa! Não me dei conta de como o tempo passa.

E ontem, ainda, conversávamos justamente sobre isso...
E rimos, rimos de nós mesmas e das coisas que já fizemos e dissemos uma pra outra.
E tive a certeza de com quem desejo dividir os próximos anos da minha existência.

Estou sorrindo ao escrever e sei que ela sorrirá lendo cada uma destas linhas e, involuntariamente, lembrará dos nossos bons momentos.
E concordará comigo quando digo, penso e sei que nascemos uma pra outra. *-*

Nestes dias em que estamos mais sensíveis à tudo, em que paramos pra pensar o real sentido da vida, nos faz perceber os "bons" que estão ao nosso lado, e os que já ficaram pra trás, caminhando em outras direções ou em velocidades diferentes.
Vemos que tudo que nos fez acreditar um dia, hoje pode ser irrelevante, mas que o que é real, nunca morre, nunca acaba.
Pode mudar de forma, de horário, de jeito, de cor... Mas nunca vai deixar de existir, totalmente.

E essas coisas, que parecem ser tão simples são, justamente, as que nos fazem pensar.

Também farei aniversário neste mês e isso sempre me incomoda um pouco.
Não pelo fato de ficar mais velha, mas por mudar e ver as coisas mudando ao meu redor, talvez de maneira incontrolável e diferente do que imaginava que pudessem ser.

O novo assusta!
Instiga, e muito, mas assusta.

E os novos caminhos começam a aperecer...
Os novos propósitos, os novos sentimentos, e as novas conquistas!
Passamos a nos perguntar o que queremos pra nossa vida, pro nosso futuro, pros nossos filhos que ainda nem nasceram.

Passamos a querer mais, e a buscar mais, porque podemos!

E é quando quebramos a cara... É quando encontramos as pedras do caminho, que, sim, podem vir a ser as do castelo que todo mundo sonha e blá blá blá...
Não somos tão confiantes como pensamos.
Mas seguimos em frente!
E vamos seguir até que cheguemos lá.

Lá onde nem sabemos onde fica... Mas estams indo pela direção correta, tenho certeza disso.

Meu amor, quando ler isso, saiba que todos os passos que dou ao seu lado, por mais sem rumo que sejam, me dão a direção mais segura.
Eu te amo. ♥

Enquanto lá fora chovia Eu sentia teu cheiro, Não mais que tua falta, Em meu travesseiro. Sentia teu corpo, Na noite passada, eu ...