quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Sede de mudança!
Talvez o cabelo, quem sabe uma dança?
Parede quebrada, massa corrida
Cores, cores, cores, despedida!
Dá vontade de ficar lá, martelando a noite toda
Mudando, colando, parafusando.
Só dá vontade de ver tudo diferente.
Quase tudo.

Enquanto lá fora chovia Eu sentia teu cheiro, Não mais que tua falta, Em meu travesseiro. Sentia teu corpo, Na noite passada, eu ...