quinta-feira, 30 de julho de 2015

despedida.

Está chegando a hora.
Frio na barriga, na espinha, mãos geladas e suando.
Coração acelerado e expectativa sobre o novo.
Estou me sentindo perdida e aflita.
Um novo passo que vem sendo dado, aos poucos, desde que tomei a decisão.
Como as nossas escolhas podem mexer tanto com tudo dentro de nós?!
E com o mundo a nossa volta, de uma maneira inexplicável.
Talvez o cansaço que me toma, dê lugar a essa nova possibilidade.
Mesmo que de um cansaço novo.
Foram cinco anos vividos aqui onde fiz muitos amigos, alguns prováveis "inimigos" e adquiri muita experiência.
Conheci pessoas por todo o país e fora dele também.
Raimundinhas, Robsvaldos, Suzanitas... Sotaques de todo lado!
E no cálculo de todas as coisas, saio com saldo positivo.
Com a certeza de ter feito o que deveria ter sido feito.
Ai ai, como sentirei saudades.

NDDigital *25/05/2010  +31/07/2015

E o futuro, a Deus pertence.


Afinal, o que estamos esperando? Quanto tempo ainda nos resta até que tomemos, de fato, um rumo? Falta largar tudo pra viver uma vida sem ...