terça-feira, 3 de março de 2015

Que tal se o mundo todo virar de ponta cabeça
E ainda assim, não nos levar ao abismo.
Que as coisas mudem, radicalmente, sem perder a essência.
Que o tempo pare, sem que percamos um só minuto dele.
E se fizermos um jogo, só nosso, de montar?
Montamos uma nova história, uma família, um lar!
E a nossa garagem que está por terminar, aliás, por começar.
Que tal se viajarmos pra longe, por uns dias, que virarão a eternidade?
Que será nossa rotina, pelos próximos 40 anos!
Talvez 40 seja pouco tempo pra desfrutar disso tudo.
Podemos criar nossos filhos.
Primeiro os cachorros, concordo. Mas que venham as crianças, logo!
Que tal se o jardim começar a dar flores também?
E se trocarmos o agrião por morango da próxima vez?
Vamos dando esses passos de acordo com o que universo nos permitir.
Esteja ao meu lado.

Me embala em teus versos, Poesia minha vida. Melodia minh'alma.