quarta-feira, 19 de junho de 2013

VOZ sem VEZ

A voz, simplesmente, se abre, deixando de se calar.
E a cabeça se enche, se aperta, se explode!
Cuspimos, talvez, palavras que não deveríamos dizer
E mesmo assim, mantemos a razão por tê-las dito.
E a perdemos com a mesma velocidade com que falamos.
Mas a voz, simplesmente, de abre!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Doze de Junho é um dia para ser encarado como outro qualquer.
Sim, porque deve-se amar diariamente.
Deve-se desejar e trocar "presentes" diariamente.
Trocar afagos, carinhos, trocar o amor e o AMOR!
Trocar carícias e trocar problemas, porque não?!
Mutuar respeito e promessas (que deverão ser cumpridas, logicamente)
É um dia pra se gostar ainda mais, se querer ainda mais.
Mas todos os dias esse sentimento deve permanecer vivo! E quente dentro dos corações.
Todos os dias deve-se ter vontade de estar perto, estar junto, estar dentro um do outro.
Da vida um do outro, dos planos.
Doze de Junho, nada mais é que um símbolo de expansão dessa troca de sentimentos e mimos fisicos.
Mas é também o dia em que o mundo fica cor-de-rosa de amor.
Vermelho de paixão, emanando com tanta intensidade esse sentimento, que afeta até os solteiros, à procura de um par.
Enfim, vivamos esta data, todos os dias, à todo momento.
Partindo do amor próprio, para amarmos inteiramente à outro ser.


segunda-feira, 10 de junho de 2013

Eu gosto mesmo é de olhar praqueles olhos
Sem ter que dizer nada
Sem a "obrigação" das palavras
Apenas olhar, e sentir, instantaneamente.
Sentir o amor, o afeto, a atração física, como um todo.
Pelo rosto, pelo corpo, por inteiro.
 Pelas mãos, suaves e pelos cabelos sedosos.
Eu gosto mesmo é do calor que este corpo me dá
Dos suspiros que me faz ter.
Eu gosto é de mergulhar no profundo do teu ventre
Imaginando plantar um ser dentro de ti.
Gosto do gosto doce que teus lábios tem
E do amargo da sua ira quando faço algo de errado.
Eu gosto mesmo é de ter, tu, só pra mim
Ter os teus gestos, o teu jeito e tuas manias
Tudo neste misturado de sentimentos e ações
Que me fazem te querer.
Te querer respirar, diariamente.



Enquanto lá fora chovia Eu sentia teu cheiro, Não mais que tua falta, Em meu travesseiro. Sentia teu corpo, Na noite passada, eu ...