quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Quem sabe sobre ter razão?
Sobre o coração bater mais rápido...
E sobre a decisão de mudar, de sair, de buscar novidade.
Insanidade!
Eu estou caminhando só, de mãos dadas comigo mesma.
E estou sempre acompanhada dessa paixão fervorosa.
Seja por algo ou alguém.
Porque, sim, me convém!
Porque move meus passos.
E é o caminho que acho para desprender de mim todo esse sentimento.
Caos que crio, sem querer, na vida e cabeça de outras pessoas.
Não é maldade, nem vaidade.
Vontade, mais forte que eu, de dizer tanta coisa.
Que cabe num poema, talvez por exceder o peito.
Só um jeito de dizer que há possibilidade de amar outra vez.
Todos os dias, de todas as formas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Teus olhos são balas perdidas Que sempre encontram os meus.