domingo, 2 de julho de 2017

Ah, como tu é linda, menina.
Teus olhos, tua boca.
Tudo tão doce, suave
Que foi me prendendo,
Foi me levando, devagar e constante,
Pra longe de todo mundo,
De todas as coisas ruins.
Parece que viajei eternidade pra te achar de novo em vida.
Por que eu te reconheci pelo toque, pelo tato.
E, talvez, seja isso mesmo.

Valeu cada segundo de espera. 💙 #gratidão por esse momento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Enquanto lá fora chovia Eu sentia teu cheiro, Não mais que tua falta, Em meu travesseiro. Sentia teu corpo, Na noite passada, eu ...